Avançar para o conteúdo principal

Mensagens

A mostrar mensagens de Maio, 2017

Quando nem tudo corre bem entre pais e filhos: o que fazer?

A família é muito importante na vida de uma criança ou adolescente. Esta é responsável pela educação, mas é muito mais do que isso: é o grande motor para o adequado desenvolvimento psicológico e para a construção da identidade. É a família que em primeira instância nos saúda com amor, carinho, segurança e afeto. E estes ingredientes são essenciais para a formação da personalidade. Esta relação, entre pai/mãe e filhos/as, pode marcar positivamente ou negativamente o crescimento de cada um de nós.
Mas para que esta relação seja saudável, todos os intervenientes são implicados no processo de equilíbrio e harmonia. Pai/mãe e filhos/as podem fazer a diferença e quando algo não está assim tão bem, a mudança pode iniciar-se por qualquer um dos elementos.
Se a relação com o/a pai/mãe ou com o/a filho/a se torna conflituosa, podem surgir alguns problemas de difícil gestão, mas, quando apenas um deles toma consciência dessas dificuldades, pode tomar a iniciativa de realizar uma abordagem para que…

O poder da música

Música é emoção. E emoção é vida. A música faz parte integrante da nossa vida e acompanha grande parte das nossas memórias e vivências mais relevantes. Ela mexe tanto com as nossas emoções: desde o primeiro beijo àquele momento tão difícil. A sua capacidade de influenciar a nossa mente e o nosso corpo é imensa e tem sido entusiasticamente estudada. A título de exemplo, a música tem a capacidade de contribuir para baixar o stress, a depressão e até de promover interação social. A de qualidade, preferencialmente!
Os dias frenéticos que vivemos aceleram-nos de tal forma que não conseguimos parar, levando a que a hormona adrenalina (que nos prepara para lidar com perigos e desafios através do incremento de oxigénio nos músculos, do sangue para o coração e pulmões e que liberta glucose extra no organismo) e a cortisona (hormona que vai amplificar os efeitos da adrenalina, aumentando o açúcar no sangue e concentrando a energia, por exemplo, nos braços e pernas) disparam, colocando-nos no mod…