Avançar para o conteúdo principal

Mensagens

A mostrar mensagens de Novembro, 2016

Sobre a envolvência dos ciclos

A ideia de ciclo é transversal a vários assuntos da nossa vida. É bastante comum ouvirmos falar de ciclos que se repetem, padrões que podem ser identificados, oscilações mais ou menos constantes no nosso percurso. A estas ideias generalistas geralmente emprestamos acontecimentos das nossas vidas e identificamos os nossos próprios ciclos, com repetições mais ou menos rápidas ou rígidas, mas que o auto conhecimento permite ir assinalando.
Contudo, para além destes ciclos que se repetem, a nossa própria vida – e a vida psicológica em particular, vai seguindo um ciclo de várias etapas, vai-se transformando de acordo com a fase da vida e com os acontecimentos marcantes, colocando-nos desafios específicos de cada uma dessas etapas que acabam por ser comuns a todos nós.
Esta ideia de etapas que se encerram num ciclo é bastante interessante e coloca-nos imediatamente face à dificuldade em conseguir concretizar uma felicidade estável e duradoura que todos nós (ou quase todos), em alguma altura …

Sinistralidade Rodoviária em Portugal

Todos os dias nos chegam notícias, através dos órgãos de comunicação social, acerca da sinistralidade rodoviária em Portugal. Seja pela gravidade dos acidentes ou pela crueza dos dados estatísticos, somos alertados para uma realidade dura e com grande impacto na sociedade.
  Assinalou-se no passado dia 20 de novembro o Dia Mundial em Memória das Vítimas da Estrada. É um flagelo que, segundo dados da Organização Mundial de Saúde, custa a vida a 1,2 milhões de pessoas e causa 50 milhões de feridos.
  De acordo com a Autoridade Nacional para a Segurança Rodoviária (ANSR), no período compreendido entre 1 de janeiro e 31 de outubro de 2016 (segundo relatório conjunto a GNR e PSP), registaram-se 105.356 acidentes (101.196) dos quais resultaram 374 mortos (391), 1.716 feridos graves (1.881) e 31.794 feridos ligeiros (32.289). Os resultados podem ser ainda mais graves tendo em conta que apenas se contabilizam os óbitos registados no local ou durante o transporte para a unidade de saúde. Este…

Pelo seu bem-estar, medite!

A prática diária de meditação, permite-nos relaxar, observarmo-nos e conectarmo-nos connosco próprios duma forma mais presente, no aqui e agora, com inúmeros benefícios quer na nossa saúde física, quer na nossa saúde mental. Esta prática não é exclusiva dos monges budistas e está ao alcance de todos nós. Basta querer e procurar informação, pois é muito simples e gratuito.
Antes de mais, liberte-se da ideia de que não irá conseguir ou de que é muito difícil e predisponha-se apenas a experimentar, sem pressa e ao seu ritmo.
Existem vários grupos com cursos iniciais de meditação ou Mindfulness. Quando realizada em casa, é aconselhável escolher um local tranquilo e reduzir a possibilidade de ser interrompido. Poderá usar velas, incenso ou música própria para tornar o local mais acolhedor para si. Também poderá praticar no campo, na praia ou em jardins públicos, desde que se sinta à vontade para tal.
Vista roupa confortável e sente-se num colchão de ginástica ou em almofadas, com os joelhos n…